Por Rômulo Morse


O Corinthians emitiu uma nota oficial nesta segunda informado o pedido de desligamento de Luis Paulo Rosenberg. Ele ocupava o cargo de diretor de marketing e havia afirmado que não sairia do clube.

Veja também: Pacaembu está vetado para o Campeonato Brasileiro

Confira: Como apostar no Corinthians?

Ainda sem substituto para a função, o presidente Andrés Sanchez ficará responsável pela mesma de forma interina. O clima de Rosenberg no Timão não estava bom. Ele recebia críticas por conta da falta de naming rights da Arena Corinthians, o valor considerado baixo para o patrocínio máster com o banco BMG (R$ 12 milhões ao ano), a campanha da “religião”, considerada desrespeitosa e pela polêmica mais recente.

Abordado sobre a situação do estádio corintiano, o agora ex-diretor fez uma analogia referente a uma mulher com Aids. Tal declaração motivou um grupo de 52 conselheiros a enviarem uma reclamação formal ao presidente do clube. Em outro episódio, no final do ano passado, ele foi vaiado durante uma apresentação.


Confira abaixo a nota na íntegra:

O Sport Club Corinthians Paulista comunica que foi aceito o pedido de desligamento de Luis Paulo Rosenberg do cargo de diretor de Marketing.  Interinamente, o expediente passa a ser acumulado pelo presidente da agremiação, Andrés Sanchez.