É de conhecimento de pequena parte dos torcedores da Fiel, mas o Corinthians já foi e ainda é representado em algumas categorias do automobilismo mundial. O clube participou da SuperLeague Formula, da Stock Car e da Fórmula Truck, além de estar atualmente no rally. É possível apostar em diversas corridas e competições nas casas de apostas, como Apostas Online, Rivalo e Spin Sports. Confira a seguir mais sobre a história do Timão na área.

Veículo do Corinthians na disputa da SuperLeague Formula (Foto: Reprodução)

SuperLeague Formula

A extinta competição, realizada entre 2008 e 2011, consistia em equipes patrocinadas por clubes de futebol de todo o mundo correndo com carros semelhantes aos da Fórmula 1. Além do Timão, participaram do projeto times como Flamengo, Liverpool (Inglaterra), Milan (Itália), Borussia Dortmund (Alemanha), Porto (Portugal), Al Ain (Emirados Árabes Unidos), Sevilla (Espanha) e Beijing Guoan (China), por exemplo.

  • 1ª temporada (2008)

Operada pela EuroInternational no ano inaugural, o espanhol Andy Soucek foi o piloto alvinegro nas duas primeiras etapas, enquanto Antônio Pizzona, do Brasil, completou as quatro datas restantes. Aliás, com ele veio a melhor posição em uma corrida no campeonato: o vice na etapa de Jerez, na Espanha, pela 6ª Ronda. Ao final, o time terminou na nona colocação entre os 18 participantes, com 264 pontos.

  • 2ª temporada (2009)

No ano seguinte, Pizzona foi confirmado para a vaga e pilotou em todos os circuitos, porém a operação mudou de mãos. Sob a responsabilidade da Alan Docking Racing (ADR), conseguiram evoluir, ficando em duas oportunidades no terceiro lugar do pódio, e terminaram com a melhora de uma posição no ranking geral, somando a mesma pontuação de 2008.

  • 3ª temporada  (2010)

O terceiro ano de SuperLeague foi o último do Corinthians na competição. Tanto na equipe, quanto no campeonato, a mudança foi geral. O Timão migrou suas operações para a Azerti Motorsport, da Bélgica, e foi pilotado pelo holandês Robert Doornbos, enquanto o número de etapas subiu para 12. As modificações não foram positivas e a equipe amargou a 11ª posição, a pior no torneio, com 272 pontos.

Stock Car

Em fevereiro de 2010, o Timão anunciou que, de forma inédita para um clube de futebol, teria uma equipe na modalidade. Foi feita uma parceria junto a RZ MotorSport, do piloto Ricardo Zonta, que correu pela mesma. Ao lado dele também fez parte da equipe Antônio Jorge Neto. Correndo com um Peugeot 307, a iniciativa não teve sucesso. Entre os 37 competidores, Zonta terminou na 20ª colocação, com 36 pontos, enquanto seu companheiro ficou mais atrás, na 26ª (12 pontos).

Ricardo Zonta (esq) ao lado do então diretor de marketing Luis Paulo Rosenberg (dir), ambos a esquerda do carro (Foto: Reprodução)

Fórmula Truck

No mesmo período citado anteriormente, o Corinthians informou seu ingresso na Fórmula Truck. Em parceria com a RVR Motorsport, surgiu a RVR Corinthians Motorsport, que teve como piloto Roberval Andrade. Diferente das outras experiências, o projeto com os caminhões deu certo e terminou a temporada de 2010 no lugar mais alto do pódio.

Ele e seu Scania venceram cinco das dez etapas na temporada (Rio de Janeiro, São Paulo, Londrina, Curitiba e Brasília), somando 176 pontos. O título, que Roberval havia conquistado também em 2002, veio outra vez recentemente, em 2018. Válido pela segunda edição da Copa Truck, que substituiu a antiga competição, o piloto representou o Corinthians em mais uma conquista, a terceira de sua carreira. Ele defenderá as cores do alvinegro em 2019 e buscará outro caneco.

Caminhão utilizado na temporada de 2010 (Foto: Reprodução)

Rally

Por último, mas não menos importante, o rally é empreitada corintiana mais recente no mundo do automobilismo. O Corinthians Rally Team nasceu em junho de 2018 e é formado por pilotos profissionais, como Roberto Cunha, Pedro Queirolo, Fernando Couto, Rodrigo König e João Afro.

Ao todo, os representantes do Timão disputam seis competições ao longo da temporada (Rally dos Sertões, Rally Cross Country, Brasileiro de 4×4, Rally de velocidade, Mitsubichi Cup e Rally de Regularidade). No Brasileiro de Cross Country de 2019, Fernando Couto e Alexandre de Carvalho chegaram a vencer a RN 1500, uma das competições mais tradicionais do calendário.

Visando a popularização do esporte, outra ação do Corinthians Rally Country foi a participação no meio do E-sports. Para tal, conta com três participantes que são pilotos e navegadores: Ricardo Margarida, Thiago Izequiel e Luiz Santi, o “Laui”.

Foto: Reprodução